Ambiente de Desenvolvimento PHP no Windows

Parte 2 — Instalação do PHP

Photo by cottonbro from Pexels

Artigo completo

O artigo completo está dividido em 4 partes. Nesta segunda parte, nos concentramos na Instalação do PHP. A seguir você encontra os links para as outras etapas do artigo:

Considerações

Vou utilizar o “Windows PowerShell” no modo “Administrador” como meu “Terminal de comandos” para realizar todas as tarefas referentes a criação de pastas e abertura de arquivos para edição, além é claro, de comandos para execução de serviços. Lembrando que você pode realizar as tarefas comuns de manipulação de pastas e arquivos utilizando o “Windows Explorer”.

Todas as instruções de instalação serão baseadas no “Windows 10 de 64 bits”.

Estrutura de pastas

A estrutura de pastas é de extrema importância para o devido funcionamento de nosso ambiente de desenvolvimento. Além é claro de auxiliar na sua própria organização. Aqui preciso sugerir uma estrutura, enfatizando que é uma sugestão, portanto, siga com extrema atenção a esses “detalhes”.

Iniciamos a Parte 1 deste artigo, com a criação de uma pasta chamada “Web Server” e dentro dela já criamos a pasta “apache”. Portanto já possuímos a seguinte estrutura:

C:\📂Web Server

A pasta “Web Server” será utilizada para organizarmos nosso “Ambiente de Desenvolvimento”.

Dando continuidade ao artigo, vamos criar uma pasta chamada “php”. Utilizando o terminal de comandos:

cd\; mkdir 'Web Server\php'

Dessa forma, obtemos a seguinte estrutura:

C:\📂Web Server 📂php

Download

Vamos realizar o download da última versão do PHP, no momento da criação deste artigo, estamos na versão “8.0.7”. Você pode escolher uma das duas formas a seguir para obter os arquivos:

  • Para realizar o download direto da versão “8.0.7", clique aqui.
  • Se deseja ver as outras versões ou downloads alternativos, basta acessar a página de downloads do PHP clicando aqui. Atente-se para o download da versão “Thread Safe” de 64 bits.

Lembrando e enfatizando que este artigo é baseado na versão de “64 bits”.

Extração e movimentação dos arquivos

Extraia todo o conteúdo do arquivo baixado para a pasta “php” (criamos nos passos anteriores), que se encontra no seguinte caminho:

C:\📂Web Server 📂php

Configurando o funcionamento do PHP

A configuração do PHP é realizada através do arquivo “php.ini”, portanto, vamos gerar esse arquivo para podermos editá-lo.

Gerando o arquivo php.ini

Observe que na pasta “php”, vamos encontrar um arquivo chamado “php.ini-development”:

C:\📂Web Server 📂php 📝php.ini-development

Vamos renomeá-lo para “php.ini”, e pronto, acabamos de gerar o arquivo de configuração do PHP. Dessa forma, obtemos a seguinte estrutura:

C:\📂Web Server 📂php 📝php.ini

Este processo pode ser feito com toda a tranquilidade pelo próprio “Windows Explorer”, porém, se você deseja utilizar a linha de comando, basta executar esse comando no nosso terminal:

cd\; Rename-Item -Path 'Web Server\php\php.ini-development' -NewName 'php.ini'

Habilitando e definindo o diretório de extensões do PHP

Para a realização deste processo, vamos utilizar o “Bloco de notas” do Windows. Utilizando o terminal de comandos:

notepad 'Web Server\php\php.ini'

Lembrando que você pode utilizar outro editor, como o VS Code por exemplo.

Com o arquivo “php.ini” aberto para edição, faça uma busca pela seguinte ocorrência:

;extension_dir = "ext"

E altere essa instrução para:

extension_dir = "c:\Web Server\php\ext"

Lembrando que essa alteração informa o diretório de extensões do PHP; e o mesmo está baseado na estrutura de pastas recomendadas neste artigo.

Encerrando a edição do arquivo

Agora podemos salvar as alterações realizadas, bem como, fechar o arquivo em edição.

Sincronizando as configurações do Apache com o PHP

Para a realização deste processo, precisamos editar o arquivo de configurações do Apache, que como vimos na Parte 1 deste artigo, é realizada pelo arquivo “httpd.conf”, que se encontra no seguinte caminho:

C:\📂Web Server 📂apache 📂conf 📝httpd.conf

Para a editar o arquivo “httpd.conf” vamos utilizar o “Bloco de notas” do Windows. Utilizando o terminal de comandos:

notepad 'Web Server\apache\conf\httpd.conf'

Lembrando que você pode utilizar outro editor, como o VS Code por exemplo.

Com o arquivo “httpd.conf” aberto para edição, faça uma busca seguinte ocorrência:

#LoadModule xml2enc_module modules/mod_xml2enc.so

E após essa corrência, adicione as seguintes linhas:

LoadModule php_module "${SRVFOLDER}/php/php8apache2_4"AddHandler application/x-httpd-php .phpPHPIniDir "${SRVFOLDER}/php"<FilesMatch \.php$>SetHandler application/x-httpd-php</FilesMatch>

Lembrando que essa alteração informam diretórios baseados na estrutura de pastas recomendadas neste artigo.

Indexação de arquivos “index.php”

Para que o Apache carregue de forma automática os arquivos “index.php”, precisamos realizar uma alteração na diretiva “DirectoryIndex”.

Com o arquivo “httpd.conf” ainda aberto para edição, faça uma busca seguinte ocorrência:

DirectoryIndex index.html

E altere essa instrução para:

DirectoryIndex index.html index.php

Encerrando a edição do arquivo

Agora podemos salvar as alterações realizadas, bem como, fechar o arquivo em edição.

Verificar a sintaxe das configurações em busca de erros

Uma forma muito prática de verificar se existem erros nas configurações do Apache é utilizando o terminal de comandos. Navegue até o diretório de binários do Apache:

cd\; cd 'Web Server\apache\bin'

E execute o seguinte comando:

.\httpd -t

Caso o retorno dessa chamada seja:

Syntax OK

Significa que todas as alterações realizadas não possuem erros.

Reiniciando o servidor Apache

Para que todas as configurações realizadas entrem em vigor, devemos reiniar o Apache. Utilizando o terminal de comandos:

Restart-Service -Name Apache2.4

Realização de teste

Para a realização de um teste simples, podemos utilizar o próprio “Windows Explorer” e o “Bloco de notas” (ou outro editor como o “VS Code”).

Primeiramente, devemos remover todo o conteúdo da pasta “htdocs”, e em seguida criar um arquivo chamado “index.php” dentro dessa pasta, com o seguinte conteúdo:

<?phpphpinfo();?>

Lembrando que o diretório “htdocs” se encontra no seguinte caminho:

C:\📂Web Server 📂apache 📂htdocs

E pronto, agora podemos acessar o nosso localhost e verificar as informações referentes as configurações do PHP.

Caso deseje realizar essas configurações utilizando o terminal de comandos:

Remover todo o conteúdo da pasta “htdocs”

cd\; Remove-Item 'Web Server\apache\htdocs\*.*'

Criação do arquivo “index.php” com o devido conteúdo

cd\; New-Item 'Web Server\apache\htdocs\index.php' -ItemType File -Value '<?php phpinfo(); ?>'

Considerações finais

E assim finalizamos mais uma etapa de nosso artigo sobre a criação de um Ambiente de Desenvolvimento PHP no Windows. Na próxima etapa vamos instalar e configurar o MariaDB. Até a próxima e Falow!!!

--

--

Apaixonado por Desenvolvimento Web, sempre aprendendo algo novo em PHP, Javascript, HTML e CSS. Ah…e lutando para estruturar corretamente meus bancos de dados!

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store